Pesquisa

PagSeguro UOL

Doação PayPal

R$100,00 ao Mês por Exemplo
   
          

Vamos Frutificar

Organograma da Igreja:

 

Vídeos de Cruzadas e Escolas:

 

R.M.M.

Rede de Mobilizacao Missionaria:

CaminharSozinho

D.A. - Discipulado Apostólico 1+1:

discipulos

 

Encontre um Ministério

Encontre um Ministério para você Frutificar

Todo cristão recém convertido precisa encontrar um lugar para frutificar dentro do corpo de Cristo.

A fim de auxiliar pessoas nesse processo e estimular o crescimento espiritual,  temos abaixo um modelo de Organograma Ministerial sugerido para os líderes pastorais que caminham conosco em nossa RAPM -Rede Apostólica de Paternidade Ministerial

Ninguem é obrigado a alterar seu atual organo-fluxo de departamentos e ministérios eclesiásticos, mas fica aqui uma boa sugestão a fim de auxiliar os cristãos maduros e os recém convertidos a encontrarem um lugar para desenvolverem seus dons, talentos espirituais e descobrirem plenamente qual é a sua Identidade e Destino dentro do Reino de Deus.

 

organograma_ministerial

3 Grupos de Dons Espirituais:

Dons Motivacionais - Rm 12:6-9

Dons Ministeriais - Ef 4:7-13 Dons Espirituais - I CO 12
Pai  Filho  Espírito Santo

Profecia

Ministério

Ensino

Exortar

Ofertar

Presidir

Misericórdia

Amor

Apóstolos

Profetas

Evangelistas

Pastores

Mestres

 Palavra Conhecimento

Palavra Sabedoria

Discernimento

Operações Milagres

Cura

Línguas Estranhas

Interpretação

Profecia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Questionário de Mapeamento dos Dons e Aptidões  Ministeriais:

Esse questionário foi compilado a partir do material disponibilizado pelo Pr David Kornfield - MAPI. - Os inventários de Lourenço Stelio Rega, Peter Wagner e Robert Noble foram adaptados para desenvolver o inventário acima, junto com alguns itens que eu mesmo desenvolvi.  Alguns dons que Wagner e Noble incluem em seus inventários, não foram incluídos: milagres, cura, línguas, interpretação de línguas, pobreza voluntária, celibato e exorcismo.  Esses dons parecem ser muito óbvios, não precisando de tal inventário para os identificar.  Modifiquei o dom de missionário para o dom de apóstolo (entendendo que deveriam ser o mesmo) e modifiquei o dom de conhecimento para que seja claramente sobrenatural.  Fiz uma distinção entro o dom de profeta (proclamador, defensor da justiça) e o de profecia (recebendo mensagens específicas e imediatas de Deus para situações cotidianas).

Nas páginas a seguir, você encontrará 95 afirmações. 

Leia cada uma com bastante atenção.  Se for preciso, leia mais de uma vez.

Para cada afirmação, coloque uma nota de 0 a 5 segundo a escala abaixo.  Responda a todas as questões de forma sincera, o mais próximo possível da sua experiência.  Coloque sua nota na frente de cada item.

Esta afirmação tem sido a experiência da minha vida?

0. Nunca.

1. Raramente.

2. Às vezes.

3. Freqüentemente.

4. Muito.

5. Eu brilho nisso!

Veja este exemplo:

O item 1 diz: “Adapto-me bem a uma situação ou ambiente novo a fim de levantar uma nova obra ou colocar alicerces na fé dessas pessoas.”  Responda com um dos números acima: ___

- A questão não é se você acha interessante.

- A questão é:

Você tem alegria e disposição ao fazê-lo? Corresponde à sua experiência?

1.    Adapto-me bem a uma situação ou ambiente novo a fim de levantar uma nova obra ou colocar alicerces na fé dessas pessoas.

2.    Sinto alegria em comunicar a vontade de Deus e o faço de maneira contagiante, persuasiva e clara, tendo certeza de que falo da parte de Deus.

3.    Levo outras pessoas a uma decisão relacionada com a salvação.

4.    Sinto grande necessidade e responsabilidade de promover o crescimento de um grupo de crentes, levando-os ao amadurecimento na vida cristã.

5.    Tenho prazer em acertar até detalhes pequenos que ajudarão outros a entenderem melhor, ou da forma certa, verdades bíblicas.

6.    Eu tenho o pressentimento de que alguma coisa que ninguém mencionou pode ter acontecido, e quando pergunto sobre isso, meu pressentimento é confirmado.

7.    De várias alternativas que estão diante de mim, escolho com facilidade a que dá certo e é abençoada.

8.    Eu consigo comunicar uma visão do possível para encorajar alguém a continuar na luta, apesar de sua derrota.

9.    Outros irmãos ficam animados e motivados a me seguir por meio da visão que compartilho com eles dos propósitos de Deus.

10.  Gosto de ajudar fazendo pequenos serviços na igreja.

11.  Tenho tanta certeza de que Deus suprirá minhas necessidades, que estou constantemente dando meu dinheiro de forma sacrificial.

12.  Tenho alegria em trabalhar com as pessoas ignoradas ou desconhecidas da maioria.

13.  Posso dizer, com pouca margem de erro, quando uma pessoa está sendo afligida por espírito maligno.

14.  Creio que Deus cumprirá suas promessas, apesar de circunstâncias contrárias.

15.  Tenho um desejo especial de transmitir mensagens vindas diretamente de Deus para edificar, exortar ou confortar.

16.  Tenho facilidade para organizar idéias, pessoas, coisas e o tempo, tendo em vista um serviço mais efetivo e produtivo para o Senhor.

17.  Minha casa está sempre à disposição de quem precisar de uma cama ou um teto.

18.  Tenho ajudado os líderes da igreja para que eles tenham mais tempo para as coisas realmente importantes.

19.  Oro pelo menos uma hora por dia.

20.  Eu tenho uma visão bíblica de como a igreja deve funcionar, que a ajuda a desenvolver-se de uma forma saudável.

21.  Tenho muita alegria se sou solicitado a pregar (nos lares, no templo, ao ar livre etc.).

22.  Tenho facilidade em iniciar uma conversa com uma pessoa estranha e levá-la ao conhecimento de Cristo.

23.  Tenho prazer em ser útil na recuperação espiritual de crentes que se afastaram do Senhor ou da sua igreja.

24.  Gosto de entender bem as questões importantes da Bíblia para expô-las a outros a fim de que entendam sem dificuldades.

25.  Eu faço perguntas chaves que revelam informação importante para a cura, salvação ou crescimento espiritual de alguém.

26.  As minhas sugestões às pessoas para ajudá-las em suas decisões geralmente dão certo.

27.  Deus me dá as palavras que as pessoas indecisas, problemáticas e desencorajadas precisam.

28.  Eu me coloco na frente de um grupo para dar-lhes direção, que é abençoada por Deus.

29.  Fico muito à vontade quando posso ser útil em fazer certas tarefas auxiliares (arrumar cadeiras, transportar objetos, manter a ordem, cozinhar, construir ou reformar o prédio, secretariar uma reunião, controlar o aparelho de som, remeter cartas etc.).

30.  Tenho o dom de administrar bem meu dinheiro para poder dar mais liberalmente para o serviço do Senhor.

31.  Gosto de visitar hospitais ou lares de pessoas necessitadas e me sinto abençoado com isso.

32.  Posso constatar a falsidade antes que ela se torne evidente.

33.  Tenho consciência da realidade de que Deus está ativo nos assuntos do dia-a-dia de minha vida e da minha igreja.

34.  Pessoas me dizem que eu transmito mensagens que são tão urgentes e apropriadas que só podem ter vindo diretamente de Deus.

35.  Tenho facilidade em fazer planos de ação para que, junto com outras pessoas, possamos atingir um objetivo.

36.  Gosto muito de ser responsável por atividades sociais da igreja.

37.  Pessoas me dizem que por meu serviço físico as ajudei a se tornarem mais eficazes em seus ministérios.

38.  Quando recebo um pedido de oração, oro por isso durante alguns dias, pelo menos.

39.  Quando pastores e líderes precisam de direção ou orientação, me procuram e sentem que Deus lhes deu o que precisavam.

40.  Acredito que a melhor maneira de levar o povo de Deus a uma vida mais dedicada é através da admoestação pela pregação pública da palavra de Deus.

41.  Gosto de cooperar com os trabalhos evangelizantes da minha igreja, como séries de conferências, pregações ao ar livre, nas congregações, grupos pequenos evangelísticos etc.

42.  Outros irmãos me procuram para encorajamento e orientação espiritual.

43.  Pessoas me dizem que eu as ajudo a estudar as verdades bíblicas de forma mais significativa.

44.  Eu identifico momentos na vida de alguém, ou fatos ignorados por outros, que acabam sendo a chave para essa pessoa crescer ou superar algum problema.

45.  Consigo resolver problemas bem complicados de forma intuitiva.

46.  Tenho facilidade de entender os problemas dos outros e apontar-lhes os rumos de possíveis soluções.

47.  Eu gosto de começar novos trabalhos na igreja, mas prefiro que outra pessoa dê seqüência depois de um tempo.

48.  Já me disseram que eu pareço gostar de fazer os trabalhos simples de rotina, e que eu os faço muito bem.

49.  Estou disposto a baixar o meu padrão de vida para poder dar mais ao trabalho do Senhor.

50.  Falo carinhosamente e gosto de auxiliar pessoas necessitadas ou impossibilitadas de se ajudar.

51.  Quando alguém está conversando comigo, geralmente percebo quando não está dizendo a verdade.

52.  Já tive a experiência de crer em Deus para coisas impossíveis e vê-las acontecer.

53.  Às vezes, eu tenho uma forte sensação de que sei exatamente o que Deus deseja dizer a alguém.

54.  Eu gosto de trabalhar debaixo de um líder, coordenando outros para os ajudar a realizar a visão desse líder.

55.  Quando recebo visitas em minha casa, elas se sentem muito à vontade.

56.  Gosto de acompanhar um líder, poupando-lhe o tempo servindo-o.

57.  Uma das minhas maneiras favoritas de passar o tempo é orando por outras pessoas.

58.  Se Deus me chamasse, gostaria de pregar o evangelho ou alicerçar a igreja num local distante.

59.  Tenho facilidade de falar em público.

60.  Preocupo-me com a salvação de meus parentes, amigos, vizinhos e colegas.

61.  Tenho prazer em alimentar espiritualmente outras pessoas, orientando-as no caminho do Senhor.

62.  Gosto de dedicar bastante tempo a aprender novas verdades da Bíblia para poder comunicá-las aos outros.

63.  Deus me revela fatos ou acontecimentos que ninguém me falou.

64.  Quando uma pessoa está com problemas, a solução me vem de Deus através de um versículo da Bíblia.

65.  Aceito sem muita dificuldade as impertinências e os erros das pessoas, crendo que uma conversa pessoal com elas é o melhor remédio.

66.  Tenho facilidade de interpretar os ideais ou objetivos de meu grupo e de pensar em estratégias para pô-los em prática.

67.  Prefiro estar em atividade, fazendo alguma coisa, ao invés de apenas ficar sentado ouvindo alguém falar.

68.  Meus registros mostram que tenho dado bem mais de 10% de minha renda para o trabalho de Deus.

69.  Sinto-me realizado quando posso fazer algo por uma pessoa doente ou em necessidade.

70.  Geralmente sinto quando as coisas não vão dar certo.

71.  Problemas insolúveis já foram resolvidos por eu crer firmemente que Deus os resolveria.

72.  Tenho a sensação de que sei exatamente o que Deus quer que eu, ou outra pessoa, faça numa oportunidade específica de ministério.

73.  Tenho a capacidade de fazer planos eficientes e eficazes para realizar os objetivos do grupo.

74.  Já disseram que eu sou uma pessoa muito hospitaleira.

75.  Estou contente servindo alguém pessoalmente para que seja abençoada em sua vida ou ministério, mesmo quando minha ajuda não é reconhecida.

76.  Alguém já me disse que uma oração minha trouxe respostas tangíveis em sua vida.

77.  Gosto de iniciar trabalhos novos fora da igreja local, como um estudo bíblico, um ponto de pregação, uma congregação ou um grupo familiar.

78.  Quando há algum problema na igreja, acredito que pela pregação sobre o assunto ele pode ser resolvido.

79.  A ênfase de minha mensagem ou conversas tem sido a salvação em Cristo.

80.  Quando preciso dar orientação a um grupo de cristãos, sinto-me bem à vontade, estou “em casa”.

81.  Quando um líder ou pastor ensina ou prega com uma interpretação errada, fico muito irado.

82.  Quando outros não entendem como resolver um problema, eu tenho facilidade de identificar alguma chave para a solução desse problema.

83.  Quando leio o texto bíblico, geralmente penso nas suas lições práticas.

84.  Quando alguma pessoa está em pecado, geralmente a minha maior preocupação é ajudá-la em vez de criticá-la.

85.  Quando eu começo um grupo ou sou colocado na frente de um, o grupo cresce e tem resultados visíveis.

86.  Aceito com alegria os trabalhos que me pedem, mesmo que sejam do tipo que qualquer um pode fazer.

87.  Quando há alguma necessidade financeira ou material na igreja ou na vida de alguém, logo penso em contribuir com minhas posses para ajudar.

88.  Quando vejo alguma pessoa doente, ou com problemas, sinto grande compaixão por ela.

89.  Tenho facilidade em perceber, e geralmente se confirma, se uma atitude é certa ou errada.

90.  Outros foram surpreendidos com respostas imediatas às minhas orações.

91.  Tenho facilidade em ouvir a voz de Deus.

92.  Tenho experimentado a alegria de ser a pessoa responsável pelo sucesso de trabalhos especiais em minha igreja.

93.  Quero que minha casa esteja sempre disponível para os servos de Deus, para qualquer necessidade.

94.  Tenho prazer em ser um auxiliar, realizando o serviço que melhor atenda às necessidades da pessoa que desejo ajudar.

95.  Persisto num pedido de oração até sentir que Deus tem me respondido.

Transfira suas notas dos 95 itens acima para os respectivos quadros no gráfico a seguir.

                                    RESPOSTAS                                                Total

1

20

39

58

77

1. Apóstolo

2

21

40

59

78

2. Profeta

3

22

41

60

79

3. Evangelista

4

23

42

61

80

4. Pastor

5

24

43

62

81

5. Mestre/Ensino

6

25

44

63

82

6. Conhecimento

7

26

45

64

83

7. Sabedoria

8

27

46

65

84

8. Exortação

9

28

47

66

85

9. Liderança

10

29

48

67

86

10. Serviço

11

30

49

68

87

11. Contribuir

12

31

50

69

88

12. Misericórdia

13

32

51

70

89

13. Discernimento Esp.

14

33

52

71

90

14. Fé

15

34

53

72

91

15. Profecia

16

35

54

73

92

16.   Administração

17

36

55

74

93

17.   Hospitalidade

18

37

56

75

94

18.   Socorro/Ajuda

19

38

57

76

95

19. Intercessão

Tendo terminado de transferir suas notas, some os números de cada linha horizontal e coloque o total na coluna “Total”.  Por exemplo: some suas notas nos itens 1, 20, 39, 58 e 77 e coloque esse total no primeiro espaço abaixo da palavra “Total”.  Esse primeiro total indica até que ponto você tem demostrado o primeiro dom, o dom de um apóstolo ou obreiro apostólico.

Você pode interpretar o total relacionado a qualquer dom desta forma:

 0-05 - indica que você não tem esse dom; também pode indicar uma fraqueza espiritual quanto à responsabilidade cristã nessa área.

 6-10 - indica que provavelmente não tem esse dom, ou o dom nunca foi muito desenvolvido.

11-15 - indica uma possibilidade de ter esse dom.

16-20 - indica que é quase certeza que tem esse dom.

21-25 - indica que você tem um chamado muito especial nessa área. 

Questionário para Auto-Avalição Pessoal do Nível de Conhecimento Quanto ao Tema:

1- Complete:

"Acerca dos ______________________ espirituais, ______________________ quero, irmãos, que sejais _____________________________" (1 Co 12.1).

VERDADE PRÁTICA

2- Complete:

Os dons espirituais são _______________________________ do ESPÍRITO SANTO, objetivando __________________________, edificar, consolar e exortar a Igreja de CRISTO, para que ela cumpra, eficaz e plenamente, a ________________________ que DEUS lhe confiou.

 

INTRODUÇÃO

3- Qual foi o homem que DEUS inspirou para escrever e ensinar a respeito dos dons do ESPÍRITO SANTO (1 Co 12.1-31; 14.1-40)?

(    ) O apóstolo João.

(    ) O apóstolo Paulo.

(    ) O apóstolo Pedro.

 

I. OS DONS ESPIRITUAIS

4- Qual o significado da palavra "dom"?

(    ) Na língua hebraica, a palavra "dom" está no singular - charisma (At 2.38) - Concessão ou capacitação.

(    ) Na língua grega, a palavra "dom" está no singular - charisma (At 2.38) - Concessão ou capacitação.

(    ) Na língua Latina, a palavra "dom" está no singular - charisma (At 2.38) - Concessão ou capacitação.

 

5- Quais os sentidos dos dons?

(    ) Dons naturais (habilidades, aptidões e competências inatas),

(    ) Dons ministeriais.

(    ) Dons serviçais.

(    ) Dons espirituais.

 

6- Como os dons influenciaram o crescimento da Igreja?

(    ) A igreja só ganhou almas através dos dons e não precisou nem de pregar e ensinar o evangelho.

(    ) O livro de Atos relata que, na Igreja Primitiva, havia abundante manifestação de dons espirituais.

(    ) Os dons ajudavam a promover a expansão e o crescimento do Evangelho, apesar de tanta oposição e dificuldades (At:, 5.12-16).

 

7- Como é a concessão dos dons espirituais?

(    ) Os dons são dados aleatoriamente pelo ESPÍRITO SANTO aos crentes.

(    ) Os dons espirituais acham-se disponíveis à Igreja de CRISTO.

(    ) Não devemos esperar recebê-Ios como prêmio por algum serviço prestado a DEUS.

(    ) Sua concessão não depende de méritos pessoais.

(    ) Sua concessão depende única e exclusivamente da vontade soberana do ESPÍRITO SANTO.

(    ) Ele quer que os utilizemos para a edificação, exortação e consolação da Igreja de CRISTO.

(    ) Com os dons deve se cumprir a missão redentora que o Senhor confiou à Igreja.

 

8- De acordo com Stanley Horton, teólogo pentecostal, os dons são como o que?

(    ) Como "faculdades da Pessoa divina operando no ser humano".

(    ) Como "dons adquiridos nas faculdades de teologia, operando no crente".

(    ) Como "capacitações da Pessoa divina de CRISTO somente para os ministros".

 

9- Como são as manifestações do ESPÍRITO SANTO?

(    ) O ESPÍRITO SANTO manifesta-se somente através dos dons ministeriais concedidos aos crentes.

(    ) O ESPÍRITO SANTO manifesta-se somente através dos dons de operação de DEUS PAI concedidos aos crentes.

(    ) O ESPÍRITO SANTO manifesta-se através dos dons espirituais concedidos aos crentes.

 

10- Qual o propósito das manifestações do ESPÍRITO SANTO?

(    ) São para o nosso deleite, para demonstração de superioridade espiritual e também para o fortalecimento e santificação da Igreja.

(    ) Não é para o nosso deleite, ou demonstração de superioridade espiritual, mas para o sofrimento e angústia da Igreja.

(    ) Não é para o nosso deleite, ou demonstração de superioridade espiritual, mas para o fortalecimento e santificação da Igreja.

 

II. OS DONS DO ESPÍRITO SANTO E A ESPIRITUALIDADE

11- Qual a relação entre espiritualidade e os dons?

(    ) A espiritualidade de um crente só pode ser aferida pela manifestação dos dons espirituais em sua vida cristã.

(    ) A espiritualidade de um crente não pode ser aferida pela manifestação dos dons espirituais.

(    ) Pedro corrigiu esse equívoco logo nos primórdios da Igreja, quando o povo maravilhou-se ante a cura do coxo de nascença.

(    ) Disse ele: "Varões israelitas, por que vos maravilhais disto? Ou, por que olhais tanto para nós, como se por nossa própria virtude ou santidade fizéssemos andar este homem?" (At 3.12).

(    ) O apóstolo deixou claro que o milagre aconteceu não por seus méritos, mas através da fé em o nome de JESUS CRISTO.

(    ) O milagre é uma autenticação da mensagem do Evangelho para a salvação de vidas, não motivo de espetáculo.

(    ) Os crentes de Corinto possuíam variados dons espirituais (1 Co 1.7). Todavia, Paulo afirma que eles eram carnais.

(    ) Nossa espiritualidade não pode ser avaliada por atos miraculosos, mas mediante o fruto do ESPÍRITO, manifesto em nossa vida.

 

12- Por que os dons espirituais não devem existir sem o fruto do ESPÍRITO?

(    ) Porque para existir dom tem que existir fruto primeiro.

(    ) Os dons espirituais e o fruto do ESPÍRITO devem caminhar juntos para que a Igreja seja plenamente edificada e o nome do Senhor, glorificado.

(    ) Uma árvore é identificada e conhecida mediante os seus frutos..

(    ) Só viremos a aferir a espiritualidade de um crente através de suas obras realizadas mediante o fruto do ESPÍRITO e não apenas por seus dons espirituais.

(    ) Os dons estão relacionados ao que fazemos para DEUS, enquanto que o fruto está relacionado ao que DEUS, através do ESPÍRITO SANTO, realiza em nós, moldando-nos o caráter de acordo com a entrega incondicional do nosso inteiro ser a Ele, e de conformidade com as demandas de sua Palavra.

(    ) Ser crente implica em se ter uma conduta condizente com a fé que ostentamos.

 

13- Complete segundo a imaturidade espiritual e os dons:

No que diz respeito ao uso dos dons, há uma nítida distinção entre uma criança e um adulto na fé. Paulo adverte aos crentes de Éfeso para que não ajam _______________________________ (Ef 4.14). Os "meninos na fé" são aqueles que ainda não se desenvolveram ______________________________ e requerem um cuidado especial, pois são mais vulneráveis aos ventos de doutrina.Tais crentes experimentam tudo o que Ihes é oferecido. São facilmente _________________________ por falsos mestres e doutores. Há, ainda, os que além de imaturos são _________________________: deixam-se levar por novas idéias, princípios e atitudes sem respaldo bíblico, resultando isso em conduta corrompida. Em nome de uma falsa _____________________________, distorcem ' a verdade de acordo com suas conveniências pessoais (2 Tm 4.3,4).

 

III. OS PROPÓSITOS DOS DONS ESPIRITUAIS

14- Quais os principais propósitos do dons do ESPÍRITO SANTO?

(    ) Edificar a Igreja, promover a pregação do evangelho e o aperfeiçoamento dos santos.

(    ) Enriquecer materialmente a Igreja, promover a pregação do evangelho e o aperfeiçoamento dos santos.

(    ) Divertir a Igreja, promover a pregação do evangelho e o aperfeiçoamento dos santos.

 

15- Os dons são para edificar a Igreja. Complete:

A ___________________________ de coisas santas constitui-se num gravíssimo _______________________ (At 8.17-21). Não devemos utilizar coisas santas para nossa promoção nem para nosso ____________________________________ Nada podemos fazer sem a _______________________________ de DEUS em nossa vida.

 

16- Como os dons promovem a pregação do evangelho?

(    ) Os dons tornam a pregação do Evangelho mais ineficaz, pois confirmam a Palavra de DEUS que está sendo proclamada e muitos se convertem..

(    ) Os dons tornam a pregação do Evangelho mais perspicaz, pois confirmam a Palavra de DEUS que está sendo proclamada e muitos se convertem.

(     ) Os dons tornam a pregação do Evangelho mais eficaz, pois confirmam a Palavra de DEUS que está sendo proclamada e muitos se convertem.

 

17- De que maneira os dons se manifestam para aperfeiçoamento dos santos (Ef 4.11,12)?

(    ) A manifestação dos dons aumenta nossa distância em relação à santidade
de JESUS..

(    ) Para que isso aconteça, temos de utilizá-los com sabedoria.

(    ) Observemos. pois, a recomendação bíblica quanto ao seu uso: "Mas faça-se tudo decentemente e com ordem".

(    ) A manifestação dos dons aumenta nossa fé.

 

CONCLUSÃO

18- Complete:

A Igreja precisa não apenas ensinar os crentes a usar os ___________________________, mas também incentivá-Ios a buscá-Ios. Carecemos deles para que o povo de DEUS seja edificado, consolado e fortalecido. "A primeira regra para a expressão dos dons espirituais é que nenhum dom deve ser posto de _________________________. Pessoas batizadas com o ESPÍRITO SANTO terão a abundância do dons disponíveis para a _______________________________ da igreja."

 

 

 

Click image to open!

 

 

Relacionamento

Conexoes Ministeriais
 
escudos

Adquira o Livro:

LIVROOOOOO
 
Vamos a Moçambique?

logo Amor pelas Nacoes

Vamos ai Haiti e Cuba?

Julio Patrico em Haiti e Cuba

Sala de Oração ON-Line:

TOCAR O CEU PELA ORACAO

 Entre no Grupo 

facebook

 

 Canal YouTube

 

youtube

 

 

Galeria de Fotos

Newsletter

Assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades da nossa igreja.
Receber em HTML?

Vem ai...

Sem eventos

Ministério Avivamento Extravagante | Escola de Ativação Profética.