Pesquisa

PagSeguro UOL

Doação PayPal

R$100,00 ao Mês por Exemplo
   
          

Vamos Frutificar

Organograma da Igreja:

 

Vídeos de Cruzadas e Escolas:

 

R.M.M.

Rede de Mobilizacao Missionaria:

CaminharSozinho

D.A. - Discipulado Apostólico 1+1:

discipulos

 

Estudos Bíblicos - Expedição Russa sai em Busca da Arca de Noé
Índice do Artigo
Estudos Bíblicos
95 Teses da Reforma
AP - Barreiras para sermos Respondidos
Ciência não Exclui DEUS
Cientistas Descobrem Sodoma e Gomorra
Contemporaneidade dos DONS Espirituais
Curso de Exorcismo no Vaticano
Demônios que Energizam os Pensamentos dos Incrédulos
Entrevista Pastor Doug Fields
ESPANHOL - Adorando lo que Sabemos
ESPANHOL - Geración Profética
ESPANHOL - Mujer un Istrumento nas Manos de Dios
ESPANHOL - Una Iglesia en Avivamiento
AP - EVANGELISMO e DISCIPULADO
Exorcismo Científico
Expedição Russa sai em Busca da Arca de Noé
Feiticeira de En-Dor - I Sm 28.1-25
Feriados de Origem Pagã
História das Cartas do Baralho
Ap - História dos Avivamentos Espirituais
AP - Impedimentos de Entrar no Santo dos Santos
Informações Importantes sobre os
INGLES - Prophetic Generation
INGLES - The Church Livening
INGLES - Woman - An Instrument in God's Hand
AP - Intercessor na sala do Trono
AP - Jejum Bíblico
AP - Jejum Bíblico
Martírio dos Apostolos
AP - Métodos Dinâmicos para Manter a Chama Viva
MONDEX - ILLUMINATI
AP - Movimentos de Oração Modernos
AP - Movimentos de Oração Modernos
AP - Oração Cristã
AP - Oração Vitoriosa
Os Camelos Engolidos por Calvino
AP - Para que tanta Oração se Deus já sabe de tudo?
Paz com DEUS
Paz com DEUS
Primeiros Cristao e a Reencarnacao
Principais Datas do Evangelho no Brasil
Principais Datas do Cristianismo
Protestantismo: o que deu errado?
Queda da Babilônia
Sociedades Secretas e o Senhor Jesus Cristo - Parte 1
Sugestões Práticas para Equipes de Intercessão
AP - Tempo de Colher e não mais de Semear
AP - Tipos de Oração
AP - Tipos de Oração
AP - Você Precisa Orar
Todas Páginas

Expedição Russa sai em Busca da Arca de Noé
por Jornal IG

Expedição russa sai em busca da Arca de Noé
 

    Com as bênções da Igreja Ortodoxa, uma expedição russa partiu
para o monte Ararat, na Turquia, para encontrar a Arca de Noé,
seguindo as pistas entalhadas em algumas pedra que encontrou na
região.
  
    A expedição do orientalista Andréi Poliakov pretende superar a
façanha da enviada ao leste da Turquia pelo Czar Nicolas 2o em 1916 e
que, segundo a lenda, não só encontrou a Arca, mas conseguiu provas
de sua existência, hoje perdidas.
  
    Envolvida no mito, a história do navio no qual Noé salvou do
Dilúvio Universal um casal de cada espécie animal continua provocando
as gerações de aventureiros, como demonstra o fato de a expedição de
Poliakov ser apenas uma das muitas que neste verão pretendem
encontrar a Arca.
  
    Um grupo turco-americano dirigido pelo empresário Daniel McGivern
pretende confirmar que um grande objeto avistado em uma das ladeiras
do monte depois dos degelos do verão passado é o navio sagrado.
  
    Segundo a Bíblia, a Arca de Noé, construída cinco milênios antes
de Cristo "nas montanhas de Ararat", media 137 metros de comprimento,
23 metros de largura e 14 metros de altura, embora todos os
especialistas coincidam em que agora ela estaria fragmentada.
  
    Antes de partir, o Patriarca da Igreja Russa Ortodoxa, Alexis 2o,
abençoou a expedição de Poliakov.
  
    "A subida ao Ararat pela Arca é uma tarefa difícil. Rezaremos
para abençoar esse caminho e por seu êxito", disse Alexis 2o, que
entregou aos expedicionários um ícone de São Jorge Vitorioso, patrono
das montanhas do Cáucaso.
  
    Da expedição russa, participam vários jornalistas, entre eles os
enviados pelo canal de televisão "Rambler Teleset", dispostos a
transmitir "in situ" as eventuais descobertas feitas nessa montanha
de 5.435 metros de altura encravada no canto mais oriental da
Turquia, na fronteira com a Armênia e o Irã.
  
    Poliakov disse neste sábado à imprensa que esta é a segunda vez
que se dirige ao Ararat e que, em sua primeira viagem, conseguiu
a "chave" que faz com que ele acredite no triunfo.
  
    "Esta expedição vai dar a resposta definitiva a todas as
perguntas sobre a arca", explicou, depois de revelar que está sendo
guiado por inscrições talhadas em pedras descobertas em um cemitério
abandonado da vertente armênia do monte.
  
    Segundo Poliakov, essas pedras são "a testemunha da sobrevivência
de Noé e de seus descendentes" nesse maciço vulcânico, conhecido em
turco como Agri Dari, "a montanha da dor".
  
    O cientista indicou que em uma das pedras há a
inscrição: "aproxime-se sem perturbar a alma".
  
    A inscrição, que recolhe tradições muito anteriores, estaria na
língua de Urartia, reino que dominou essa região entre os séculos 15
e 6 a.C.
  
    Embora Poliakov tenha dito que há outras descobertas que não
podem ser reveladas, ressaltou que a Arca está em uma zona diferente
daquelas até agora contempladas como prováveis pontos de "atracação"
do navio.
  
    A expedição russa indica as imediações do lago Kulp, não longe do
cume principal e não onde indicam as misteriosas fotografias
conseguidas por um satélite espião americano.
  
    A "anomalia de Ararat", como denominou a CIA a descoberta do
satélite, foi encontrada depois do desgelo do ano passado e, segundo
o rival da expedição russa, McGivern, as fotografias "mostram um
objeto feito pelo homem".
  
    A primeira vez que a CIA (muito interessada em uma zona antes
proibida por sua proximidade à fronteira da antiga URSS) avistou uma
misteriosa estrutura em Ararat foi em 1949, de um avião espião.
  
    Pilotos turcos voltaram a avistá-la nos anos sessenta, mas as
queixas soviéticas conseguiram fechar a região.
  
    No entanto, foram os russos que reclamaram a primeira grande
expedição, no verão (setentrional) de 1916, ordenada por Nicolas 2o e
dirigida pelo tenente Roskovitski, que disse ter achado a Arca perto
de um lago gelado nas alturas de Ararat.
  
    Cerca de 150 engenheiros, oficiais e cossacos acometeram a
empresa, cujo resultado foi um conjunto de fotografias e detalhados
relatórios enviados ao Czar de São Petersburgo, então Petrogrado.
  
    Aparentemente Nicolas 2o nunca recebeu essas provas e a expedição
em breve foi esquecida no caos da revolução de Outubro de 1917.
  
    Alguns rumores apontaram para que o líder bolchevique León
Trotski conseguiu esse material e o destruiu ou escondeu, isso sim,
depois de ordenar a execução do mensageiro que levava os segredos.
  
    Fonte: IG

 



 

Relacionamento

Conexoes Ministeriais
 
escudos

Adquira o Livro:

LIVROOOOOO
 
Vamos a Moçambique?

logo Amor pelas Nacoes

Vamos ai Haiti e Cuba?

Julio Patrico em Haiti e Cuba

Sala de Oração ON-Line:

TOCAR O CEU PELA ORACAO

 Entre no Grupo 

facebook

 

 Canal YouTube

 

youtube

 

 

Galeria de Fotos

Newsletter

Assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades da nossa igreja.
Receber em HTML?

Vem ai...

Sem eventos

Ministério Avivamento Extravagante | Escola de Ativação Profética.