Pesquisa

PagSeguro UOL

Doação PayPal

R$100,00 ao Mês por Exemplo
   
          

Vamos Frutificar

Organograma da Igreja:

 

Vídeos de Cruzadas e Escolas:

 

R.M.M.

Rede de Mobilizacao Missionaria:

CaminharSozinho

D.A. - Discipulado Apostólico 1+1:

discipulos

 

Estudos Bíblicos - AP - Oração Cristã
Índice do Artigo
Estudos Bíblicos
95 Teses da Reforma
AP - Barreiras para sermos Respondidos
Ciência não Exclui DEUS
Cientistas Descobrem Sodoma e Gomorra
Contemporaneidade dos DONS Espirituais
Curso de Exorcismo no Vaticano
Demônios que Energizam os Pensamentos dos Incrédulos
Entrevista Pastor Doug Fields
ESPANHOL - Adorando lo que Sabemos
ESPANHOL - Geración Profética
ESPANHOL - Mujer un Istrumento nas Manos de Dios
ESPANHOL - Una Iglesia en Avivamiento
AP - EVANGELISMO e DISCIPULADO
Exorcismo Científico
Expedição Russa sai em Busca da Arca de Noé
Feiticeira de En-Dor - I Sm 28.1-25
Feriados de Origem Pagã
História das Cartas do Baralho
Ap - História dos Avivamentos Espirituais
AP - Impedimentos de Entrar no Santo dos Santos
Informações Importantes sobre os
INGLES - Prophetic Generation
INGLES - The Church Livening
INGLES - Woman - An Instrument in God's Hand
AP - Intercessor na sala do Trono
AP - Jejum Bíblico
AP - Jejum Bíblico
Martírio dos Apostolos
AP - Métodos Dinâmicos para Manter a Chama Viva
MONDEX - ILLUMINATI
AP - Movimentos de Oração Modernos
AP - Movimentos de Oração Modernos
AP - Oração Cristã
AP - Oração Vitoriosa
Os Camelos Engolidos por Calvino
AP - Para que tanta Oração se Deus já sabe de tudo?
Paz com DEUS
Paz com DEUS
Primeiros Cristao e a Reencarnacao
Principais Datas do Evangelho no Brasil
Principais Datas do Cristianismo
Protestantismo: o que deu errado?
Queda da Babilônia
Sociedades Secretas e o Senhor Jesus Cristo - Parte 1
Sugestões Práticas para Equipes de Intercessão
AP - Tempo de Colher e não mais de Semear
AP - Tipos de Oração
AP - Tipos de Oração
AP - Você Precisa Orar
Todas Páginas

AP - Oração Cristã
por Pr. Jelson Becker

A Oração Cristã

 

A oração cristã baseia-se na convicção de que o Pai Celeste tem um providencial cuidado sobre nós (Mt 6.26,30; 10.29-30). Ele é “cheio de terna misericórida” (Tg5.11), ouvirá e responderá às petições dos seus filhos da maneira e no tempo que Ele julgue melhor. Não existem orações que Deus não ouve! Ele ouve a todas as nossas orações. Nem sempre Ele as responde como nós desejamos.

A oração deve, então, ser feita com toda a confiança (Fp 4.6), embora Deus saiba de tudo o aquilo que necessitamos, antes de Lhe pedirmos (Mt 6.8,32). A sua resposta pode ser demorada ( Lc 11.5-10); talvez a oração seja importuna (Lc 18.1-8), e repetida, como no caso de Jesus Cristo (Mt 26.44); pode a resposta não ser bem como pedimos (II Co 12.7-9); porém o cristão deve pôr toda a sua ansiedade de lado, descansando na paz de Deus (Fp 4.6-7).

Não falando na oração relacionada com o culto, ou na oração em períodos estabelecidos (Sl 55.17; Dn 6.10), orava-se quando e onde era preciso: dentro do “grande peixe” (Jn 2.1); sobre os montes (I Rs 18.42; Mt 14.23); no terraço das casas (At 10.9); num quarto interior (Mt 6.6); na prisão (At 16.25); na praia (At 21.5). O templo era chamado de “casa de oração” (Lc 18.10), e todos aqueles que não podiam estar no templo, voltavam-se para ele, quando oravam (I Rs 8.32; II Cr 6.34; Dn 6.10).

Notam-se várias posições nas oração, tanto no A.T. como no N.T.: Em pé (I Sm  1.10,26; Lc 18.11); de joelhos (Dn 6.10; Lc 22.41); curvando a cabeça, e inclinando-a à terra (Ex 12.27; 34.8); prostrado (Nm 16.22; Mt 26.39). Em pé ou de joelhos, na oração as mãos estavam estendidas (Ed 9.5), ou erguidas (Sl 28.2; compare com I Tm 2.8).

As manifestações de constrição e de dor eram algumas vezes acompanhadas de oração (Ed 9.5; Lc 18.13); e era também muito barulhenta, “com alta vozes,”... “muitos no entanto levantavam as vozes com gritos de alegria” “as vozes se ouviam de mui longe.” ( Ed 3.11-13) semelhante as igrejas pentecostais que fazem orações e pregações mui barulhentas...

A oração intercessora (Tg 5.16-18) é prescrita tanto no A.T. como no N.T. ( Nm 6.232; Jó 42.8; Is 62.6-7; Mt 5.44; I Tm 2.1).

 

Alguns Exemplos de Intercessão Eficaz:

 

Moisés e o povo de Israel (Êx 32.31-32),

Davi (II Sm 24.17; I Cr 29.18),

Estêvão (At 7.60);

Paulo (Rm 1.9),

 

Solicitações de orações intercessoras encontram em Êx 8.8, Nm 21.7; I Rs 13.6; At 8.24; Rm 15.30-32; e as respostas  a essas orações em Êx 8.12-13 e Nm 21.8-9; I Rs 13.6; At 12.5-8. Compare com II Co 12.8.

O próprio exemplo de Jesus Cristo a respeito da oração é decisivo. Ele indicou o fundamento sobre o qual repousa a crença na oração, e que é o cuidado providencial de um Pai Onisciente (Mt 7.7-11).

Ele ensinou aos discípulos como deviam orar (Mt 6.5-15; Lc 11.1-13); assegurou-lhes a certeza da resposta de Deus a uma oração reta (Mt 7.7; 18.19; 21.22; Jo 15.7 e 16.23-24); associou a oração com a vida de obediência (Mc 14.38; Lc 21.36); também nos anima a sermos persistentes e mesmo importunos na oração (Lc 11.5-8 e 18.1-7); procurou os lugares retirados para orar (Mt 14.23; 26.36-46; Mc 1.35; Lc 5.16).

Ele fez uso da oração intercessora na súplica, conhecida pela designação da sua alta oração sacerdotal (Jo 17); orou durante a agonia da cruz (Mt 27.46; Mc 15.34; Lc 23.34,46). A oração em nome de Jesus é autorizada pelo próprio Jesus (Jo 14.13-16) e Paulo a praticava em (Ef 5.20, Cl 3.17).

 

O Espírito Santo também intercede por nós, e não “Maria” ou qualquer outro “santo” como pensam os católicos. (Rm 8.26). Segundo o autor Watmanne, em seu livro “Oremos”, ele afirma que “oração nada mais é do que declarar na terra os desejos de Deus no céu. É conhecer o coração do Pai e declarar a sua vontade, até que ela se cumpra aqui na terra.”

Oração nada mais é do que isto. Estar conversando diretamente com Deus, um Deus que se faz presente em nossas vidas e em qualquer lugar onde o invocarmos, um Deus que não se limita ao racionalismo humano nem tão pouco as doutrinas elaboradas por homens, um Deus que não opera somente através da sua Palavra, Batismo, Santa Ceia, mas opera também por inúmeras e incompreensíveis formas.

As Sagradas Escrituras estão cheias de evidências de que o nosso Deus opera das mais inesperadas, anti-lógicas e sobrenaturais formas. O Senhor têm se revelado através de profecia, visões, palavra do conhecimento, revelação, pregação da palavra, hinos de louvor, são inumeráveis as formas pelas quais Deus tem falado ao coração dos homens...

A idéia de que tais manifestações espirituais, como por exemplo: visões, profecias, curas, expulsões demoníacas, línguas estranhas, ressuscitar mortos, pegar em serpentes, beber veneno sem efeitos nocivos, unções com óleos ou recebimento de dons espirituais sob imposição de mãos dos presbíteros; foram manifestações espirituais restritas aos apóstolos da igreja primitiva é uma idéia infeliz que limita Deus a uma caixinha de fósforo.

 



 

Relacionamento

Conexoes Ministeriais
 
escudos

Adquira o Livro:

LIVROOOOOO
 
Vamos a Moçambique?

logo Amor pelas Nacoes

Vamos ai Haiti e Cuba?

Julio Patrico em Haiti e Cuba

Sala de Oração ON-Line:

TOCAR O CEU PELA ORACAO

 Entre no Grupo 

facebook

 

 Canal YouTube

 

youtube

 

 

Galeria de Fotos

Newsletter

Assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades da nossa igreja.
Receber em HTML?

Vem ai...

Sem eventos

Ministério Avivamento Extravagante | Escola de Ativação Profética.