Pesquisa

PagSeguro UOL

Doação PayPal

R$100,00 ao Mês por Exemplo
   
          

Vamos Frutificar

Organograma da Igreja:

 

Vídeos de Cruzadas e Escolas:

 

R.M.M.

Rede de Mobilizacao Missionaria:

CaminharSozinho

D.A. - Discipulado Apostólico 1+1:

discipulos

 

RMM
RMM
REDE de MOBILIZAÇÃO MISSIONÁRIA  

GIF RAPM - MEMBROS FILIADOS

História da Rede de Relacionamento:

A Rede de Mobilização Missionária foi gerada por Deus e dada a Jelson  Becker entre o quinto e oitavo ano de seu ministério. Foi a partir de uma crise de identidade e paternidade ministerial que Deus o levou a refletir sobre valores, fundamentos e conceitos doutrinários relacionados ao tema.

Ele passou a jejuar e a buscar a Deus, a fim de entender essa matéria e ser conectado a verdadeiros pais ministeriais, pois concluiu que embora seu ministério fosse expressivo nos sinais e milagres, era órfão no mundo espiritual em inúmeros outros segmentos.

Concluiu que Deus nos chamou para sermos plenos, em todos os aspectos ministeriais. O sucesso parcial e intenso em algumas áreas do Reino de Deus não significa que estejamos totalmente maduros para seguirmos adiante. Sua principal descoberta foi que Deus pode usar poderosamente um obreiro, sem necessariamente este estar totalmente aprovando!

A partir de seus medos, questionamentos e inseguranças ministeriais começou a buscar a Deus e outros referenciais humanos como mentores para discipulado ministerial. Encontrou muita coisa boa e muita coisa ruim. Percebeu que essa é uma área nevrálgica e dolorosa na vida de muitos líderes espirituais e que algo precisava ser feito para reverter essa realidade.

Hoje brincamos dizendo, que sobrevivemos aos pastores corruptos e as máquinas administrativas eclesiásticas religiosas e pela graça de Deus não nos tornamos apóstatas, esotéricos, budistas nem mulçumanos! Continuamos a crer em Jesus Cristo e estamos ainda mais apaixonados pelo projeto de Deus para a Igreja Local!

Ao longo de nossa caminhada, encontramos verdadeiros amigos e mentores ministeriais, os quais foram preciosos bisturis nas mãos de Deus para nos confrontar, puxar a orelha ou simplesmente encorajar a seguir em diante no nosso chamado. Destacamos abaixo alguns desses instrumentos cirúrgicos que foram poderosos nas mãos de Deus para moldar nossa mentalidade e visão ministerial.

A eles devemos honra e gratidão especial, pois fazem parte de nossa história e ainda hoje auxiliam como conselheiros pessoais.


CaminharSozinho

Estrutura Organizacional da Rede

Apóstolo: Entre os iguais, o Primeiro!

Ser pioneiro de algo implica correr riscos e cometer erros. Muito tem sido falado sobre apostolado em nossos dias e isso é bom. Infelizmente alguns erros, manipulações ou exageros também marcaram esse período inicial do mover apostólico no Brasil.

Hoje temos o privilégio de ser uma nova geração de líderes apostólicos em nossa nação, alguns dizem sermos a terceira geração de apóstolos, mas números não importam. O fato é que todos os príncipes do exército do Senhor que nos antecederam nesse processo de restauração do entendimento apostólico e profética ao longo das últimas décadas muito contribuíram para a transição da cultura brasileira, destruição de sofismas romanos e principalmente crescimento numérico das igrejas evangélicas... 

Dentro de suas limitações e habilidades cometeram erros e acertos. Não seremos diferentes deles, também passaremos por esse processo de amadurecimento e plena manifestação da nossa identidade e destino no Reino de Deus.

Os erros do passado não invalidam o projeto de Deus estar restaurando a identidade apostólica de sua igreja! Deus não abandonou esse projeto, nem nós! Somos a resposta dEle para as próximas gerações. Analisar o passado, corrigir o presente e saltar para o futuro!

Nas correspondências do terceiro século da igreja, encontramos bispos referindo-se a função apostólica como sendo “entre os iguais, o primeiro”. Essa expressão me chamou atenção e ao pesquisar pude descobrir que os organogramas institucionais daquela época eram diferentes do que temos nas igrejas de hoje.

A liderança local era descentralizada de uma única pessoa. Em alguns casos o presbitério local era formado por um apostolo, um profeta, um  pastor, um evangelista e um mestre. E entre essas cinco pessoas o apóstolo era tido como um líder mais maduro, capaz de tomar decidir impasses em que não houvesse unanimidade entre os demais membros do presbitério.

Muitos pastores nos procuram desejando transacionar suas igrejas do modelo congregacional em igrejas apostólicas. Porem a primeira coisa que eu pergunto é se estão dispostos a descentralizar poder entre outros líderes. Muitos pensam que igreja apostólica é apenas mudar o título pelo qual os membros passarão a se referenciar  ao antigo “pastor-presidente”, mas não é... existe uma complexidade profética em tudo isso. Aonde você centraliza poder, concentra ataques demoníacos. Quer descentralizar os ataques demoníacos? Basta descentralizar poder e responsabilidades...

Nesse processo alguns encontraram no modelo de células um referencial funcional, outros no MDA, outros grupos familiares e outros no modelo de igreja de campanhas focada em eventos... não importa qual o seu modelo de igreja, nós como rede não iremos interferir em absolutamente nada dessas coisas... é você que irá prestar contas a Deus pelo que fez ou deixou de fazer.

Nosso objetivo é alimentar os líderes pastorais com unção e operações da glória de Deus, respeitando as mais diferentes tradições denominacionais, linhas de pensamento teológico e particularidades doutrinarias. 

Não somos, e nem seremos uma nova denominação cristã. Para caminhar conosco, você precisa continuar sendo fiel a Deus e a sua história denominacional, se você não consegue ser fiel a sua atual identidade denominacional que a anos caminham juntos, quem garante que será fiel num novo relacionamento de aliança espiritual com nossa nova Rede de Patarnidade Ministerial? 

Atual Modelo Papal / Romano / Egípcio:

AntigoModeloPapal

Antigo Modelo Apostólico:

  AntigoModeloBiblico

Entre os Iguais, o Apóstolo é o primeiro!

Quando esse presbitério não chegar a unanimidade, ele chama a responsabilidade para si e decide, resolvendo o assunto. 

5Ministerios


CRITÉRIOS PARA FILIAÇÃO MINISTERIAL:

FILIAÇÃO:

O Candidato a Filiação e Paternidade Ministerial precisa inscrever-se em um de nossos seminários e participar de um dos nossos treinamentos.  

Depois desse contato inicial com o nosso ministério, segue-se o preenchimento do FSFPM - Formulário de Solicitação de Filiação e Paternidade Ministerial. Seja o mais transparente possível ao responder as perguntas, abra seu coração, exponha com sinceridade os pontos fortes de seu ministério, sem demagogia nem falsa espiritualidade minimizando aquilo que você sabe que Deus lhe deu e é forte em sua história pessoal. Escreva também seus pontos de debilidade e fraqueza, emocional, moral ou espiritual, sem meias verdades ou ocultar traumas e pecados nunca tratados.

Uma vez entregue o FSFPM, iremos orar e analisar o conteúdo das informações preenchidas. Nosso próximo passo é conectar você e sua igreja a outros ministros ligados a nossa rede que possam auxilia-lo em seus pontos de debilidade e fraqueza e conectar você a outros membros da rede cujas matérias e assuntos ministeriais seu ministério seja predominantemente mais eficiente. Proporcionando assim uma rede de relacionamentos e dando a você a oportunidade de também ajudar outros líderes. Assim você ministra e é ministrado! Começamos um processo de pastorear e ser pastoreado em níveis emocionais, espirituais e fornecimento de mais ferramentas ministeriais.

A ênfase nunca poderá ser doutrinária, denominacional, muito menos ingerência em sua igreja local.

Você sempre será o pastor de sua igreja local, e é você quem ira prestar contas a Deus pelo que fez ou deixou de fazer em relação as vidas que lhe foram confiadas para pastorear. Nós apenas iremos apontar caminhos, sugerir ferramentas, cursos, seminários e treinamentos que poderão ou não ser absorvidos em sua igreja local.

Não tenha medo de confessar as práticas mais hediondas e pecaminosas. Estamos acostumados a ministrar pastores e líderes ao redor do mundo. Confissão pastoral, ética ministerial, conduzir processos de restauração ministerial sem expor as pessoas envolvidas, com transparência e mentoria a nível pessoal, respeitando sua estrutura denominacional, são algumas das nossas práticas mais freqüentes em relação aos líderes que nos procuram solicitando ajuda.

Logo após esse processo inicial de nos conhecermos e nos conectarmos emocionalmente através dos relacionamentos interpessoais, desejamos credibilizar e recomendar seu ministério para viajar e servir outros membros da rede através da ministração dos ensinamentos que mais se destacam em seu ministério como pontos fortes. 

Sempre que viajar para ministrar representando a Rede, deverá nos enviar um relatório objetivo do que aconteceu e como a igreja reagiu aos ensinamentos e ministrações. 

Pastores, Evangelistas, Mestres, Obreiros, Profetas ou Apóstolos em situações irregulares, em crise de identidade e destino profético no Reino de Deus, nunca anteriormente ordenados ou reconhecido seus ministérios publicamente diante do corpo de Cristo, porém com igrejas implantadas ou em processo de implantação, que apresentem frutos e resultados que evidenciam a unção divina sobre as suas vidas, poderão ser ordenados e ungidos em nossos encontros anuais por um presbitério profético-apostólico , respeitando-se o principio do discernimento coletivo de Atos 13. 

Entendemos que o processo de filiação é semelhante a um casamento, logo antes de decidirmos se queremos casar ou não, ambas as partes precisam andar juntas, se conhecer, evidenciar os pontos fortes e aprender a continuar amando apesar dos pontos fracos e defeitos. Em geral, uma caminhada de aproximadamente um ano juntos e depois oficialmente recebido no próximo encontro oficial da Rede e introduzido no relacionamento com os demais pastores e líderes filiados. Não gostamos da idéia de divórcios, eles nos fazem perder um tempo precioso e uma energia emocional indispensável. 

Uma vez testificado e confirmado no espírito dos líderes pela paz, a vontade de Deus através do Espírito Santo, o Solicitante deverá escrever-nos uma carta, de próprio punho, expressando suas impressões e leituras, encorajamentos e críticas que observou ao longo do primeiro ano de caminhada ministerial conosco. Junto com essa carta precisará enviar duas outras cartas de dois outros líderes cristãos, pastores ou não,  testemunhando alguma experiência positiva em suas vidas pessoais ou ministeriais através da instrumentalidade do ministério do Solicitante. Dados para contato como e-mail, fone e endereço devem seguir as duas cartas para nossa equipe checar as informações. 

O Solicitante deverá fazer o pagamento da Taxa de Filiação, não reembolsável, no valor de R$ 200,00 uma oferta simbólica que nos auxiliará na manutenção da Rede e implantação de um escritório e secretariado para cuidar exclusivamente dos assuntos relacionados a Rede. Assuntos como por exemplo: Agendamento de seminários, treinamentos para novos pastores, telefonar para contactar líderes, publicação de periódicos, revistas, web sites, organização dos encontros oficiais e suprimentos didáticos através de CD’s, DVD’s e literatura entre os membros da Rede.

Uma vez recebido em nossa Rede, o Solicitante receberá um Certificado de Membro e passará a ser recomendado a multiplicar nossos seminários em outras igrejas e cidades. Esperamos que o mesmo tenha o entendimento e a maturidade espiritual de passar a fazer depósitos regulares e mensais na conta bancária do Ministério Avivamento Extravagante, mentor e idealizador dessa Rede a fim de gerar recursos financeiros para cobrir despesas de impressos e telefonemas, algumas viagens quando necessário (...).  Porém essas ofertas não são obrigatórias, nem são a base de nossa motivação.

Respeitamos as estruturas denominacionais cujas igrejas são obrigadas a enviar algum tipo de porcentagem as sedes, (como por exemplo os dízimos dos dízimos) e sugerimos que continuem a obedecer essa prática, a fim de não polemizar nem gerar desgastes desnecessários.

Quando confortável dentro do orçamento mensal da igreja, sugerimos ofertas mensais, para manutenção da RPM.

Você é livre para unir-se a Rede nesse processo de relacionamentos interpessoal, porém como esperar um telefonema para saber se esta emocionalmente bem sem criarmos uma forma equilibrada e ética de cobrir essa despesa? Como esperar que alguém embarque num avião e vá auxilia-lo a administrar algum problema como divisão de igreja, homossexualismo, adultério ou pedofilia num contexto ministerial sem termos um fundo de reservas para essas ocasiões?

O Ministério Avivamento Extravagante assume a responsabilidade ética de prestar contas e Relatórios Anual das Ofertas Recebidas e das despesas administradas por email ou relatório impresso.

LEITURA REQUERIDA DOS LÍDERES PÓS-FILIADOS:

Apóstolos e Profetas e os Moves Vindouros de Deus – Bill Haimom;

Sementes para o Avivamento -  Martt Scott

Quando os céus invadem a terra – Bill Johnson;

O Poder Sobrenatural de Uma Mente Transformada – Bill Johnson;

Porque tarda o pleno avivamento?

O Homem do Céu – Irmão YUN

Não tendes muitos pais –

Animo – Eugene H. Peterson

Iniquidade - Ana Mendez Ferrel

Quando Deus é o Primeiro -

Redescobrindo o ministério pastoral – John McArthur Jr.

Esgotamento Emocional –  

Decepcionado com Deus – Philip Yancey

Avivamento do Odre Novo – Coty

Obreiro Aprovado – Coty

 

 

Relacionamento

Conexoes Ministeriais
 
escudos

Adquira o Livro:

LIVROOOOOO
 
Vamos a Moçambique?

logo Amor pelas Nacoes

Vamos ai Haiti e Cuba?

Julio Patrico em Haiti e Cuba

Sala de Oração ON-Line:

TOCAR O CEU PELA ORACAO

 Entre no Grupo 

facebook

 

 Canal YouTube

 

youtube

 

 

Galeria de Fotos

Newsletter

Assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades da nossa igreja.
Receber em HTML?

Vem ai...

Sem eventos

Ministério Avivamento Extravagante | Escola de Ativação Profética.